Nova pagina 1

Saiba quem é o homem que derrubou cruzes ao invadir ato pelas mortes por Covid-19 no Rio

 

Saiba quem é o homem que derrubou cruzes ao invadir ato pelas mortes por Covid-19 no Rio

Saiba quem é o homem que derrubou cruzes ao invadir ato pelas mortes por Covid-19 no Rio

Na última quinta-feira (11), um grupo fez um protesto pacífico e silencioso pela vida na praia

de Copacabana, no Rio de Janeiro. Era também uma homenagem aos mortos pela Covid-19. Do calçadão, muita gente se emocionou, aplaudiu. Outras passaram direto, ignoraram. Mas um cidadão se sentiu no direito de destruir um protesto pelos que morreram nessa pandemia.

Eram 100 covas rasas na areia e 100 cruzes para representar um número muito maior de mortos. Foi o suficiente para despertar a fúria de um homem que passava pelo calçadão. Sem máscara, ele começou a arrancar as cruzes e a gritar: “Isso aqui é um atentado contra as pessoas. Tá criando pânico”.

Fantástico conversou com várias pessoas que reconheceram o homem nas imagens. Ele é Héquel da Cunha Osório, de 78 anos, aposentado. Veja a reportagem completa no vídeo.

Faça o primeiro comentário a "Saiba quem é o homem que derrubou cruzes ao invadir ato pelas mortes por Covid-19 no Rio"

Comentar

O seu endereço de email não será publicado.


*