Com informações e fotos do G1/Piauí e do portal O Meio Norte.com do Piauí

Publicado às 14h54 desta quarta-feira (11)

A polícia do Piauí informou que os três serra-talhadenses presos nessa terça-feira (10) junto com mais outros quatro acusados, em uma mega operação, faziam parte de uma quadrilha interestadual que atuava visando o tráfico internacional de drogas. A quadrilha identificada tinha integrantes do Pará, Piauí, Pernambuco e Bahia. Eles foram flagrados com 1,1 tonelada de cocaína pura, R$ 12 mil em dinheiro, quatro carros, um avião e um helicóptero.

Para o delegado Cadena Júnior, coordenador da Delegacia de Entorpecentes do Piauí, a cocaína, provavelmente, veio da Bahia. Depois a droga seria remetida para Fortaleza e, em seguida, para o exterior, com o foco na Europa. “Este grupo de pessoas estava atuando no tráfico internacional de drogas e tinha Teresina como ponto de apoio, em que faziam uso de sítios na nossa zona rural, afim da droga ser remetida para Fortaleza e de lá para o exterior”, afirmou.

Participaram da operação o Greco, a Delegacia de Entorpecentes (Depre), Divisão de Operações Especiais (DOE) e o Batalhão de Operações Especiais da Polícia Militar do Estado. De acordo com o secretário de segurança do Piauí, Fábio Abreu, o grupo pretendia lucrar em torno de R$ 25 milhões com os entorpecentes. O secretário também afirmou que vai fazer um encaminhamento à Justiça solicitando que as aeronaves apreendidas possam ser utilizadas no policiamento do Estado.

Aeronaves apreendidas durante a operação