Nova pagina 1

Pernambuco supera meta do Ideb nos anos finais do ensino fundamental

Ministério da Educação divulgou Índice de Desenvolvimento do Ensino Básico referente ao ano de 2017.

Escolas públicas de Pernambuco atingiram meta do Ideb (Foto: Alyne Pinheiro/Secretaria de Educação de Pernambuco)

Escolas públicas de Pernambuco atingiram meta do Ideb.

A rede de escolas públicas e particulares de Pernambuco recebeu a nota de 4,4 nos anos finais do ensino fundamental no Índice de Desenvolvimento do Ensino Básico (Ideb) referente ao ano de 2017. O estado foi uma das sete unidades da Federação a alcançar a meta proposta para tal ano, que era de 4,2. No ensino médio, no entanto, obteve nota de 4,1, abaixo da projeção, que era 4,4.

Os dados foram divulgados nesta terça-feira (3). Nos anos iniciais do ensino fundamental, que vão do 1º ao 5º ano, o índice de Pernambuco chegou a 5,2, em 2017, quando a meta era de 4,9. Entre as instâncias privada e pública da educação básica no estado, esta última atingiu a meta, mas as escolas particulares do estado não alcançaram a projeção em nenhuma das faixas de educação.

Nos anos iniciais do ensino fundamental, as escolas públicas tiveram nota 4,8 em 2017, quando a meta era de 4,5. A meta das escolas particulares era de 6,8, mas essas instituições de ensino alcançaram 6,4 pontos no Ideb.

Nos anos finais do ensino fundamental, que vão do 6º ao 9º ano, as escolas geridas pelo estado, pela União e pelos municípios pontuaram 4,1 no Ideb. A meta era de 3,8. Para as escolas particulares, a projeção era de 6,7 pontos, mas a qualidade da educação delas atingiu a nota 5,7.

O ensino médio foi a única faixa em que as escolas públicas de Pernambuco não superaram a meta de 4 pontos, mas esta foi atingida. As escolas particulares tinham projeção de 6,5, mas alcançaram 5,6 no índice.

Fonte G1

Sobre o autor

Blog
Online Drugstore,purchase cialis online cheap,Free shipping,order cheap levitra,Discount 10%, buy nolvadex

Faça o primeiro comentário a "Pernambuco supera meta do Ideb nos anos finais do ensino fundamental"

Comentar

O seu endereço de email não será publicado.


*