Em tese, por não estar apta a vota, Lia Ferreira Gomes (PDT) também não estaria apta a ser votada nas eleições deste ano: Irmã de Ciro esquece biometria, perde título e pode ficar inelegívelIrmã de Ciro esquece biometria, perde título e pode ficar inelegível

Ela não tem ficha suja, não enfrenta processos, nem teve contas rejeitadas como gestora pública. Mas pode ficar inelegível nas eleições deste ano por um motivo nada usual.

Irmã mais nova do presidenciável Ciro Gomes (PDT), Lia Ferreira Gomes (PDT) não realizou o recadastramento biométrico determinado pela Justiça Eleitoral e teve o seu título cancelado pelo Tribunal Regional Eleitoral do Ceará.

Candidata a uma cadeira Assembleia Legislativa do Ceará, ela pode ser considerada inelegível nas eleições deste ano. Em tese, como não está apta a votar, já que teve o seu título cancelado, ela também não estaria apta a ser votada nas eleições deste ano.

Eleitores de 129 cidades cearenses tiveram que realizar o recadastramento biométrico para poder votar nas eleições deste ano. Cerca de 5 milhões de eleitores participaram do recadastramento, cujo prazo encerrou-se em 9 de maio.

Entre as cidades que terão biometria obrigatória está Sobral, cidade que é berço político dos Ferreira Gomes e onde Lia tem o seu título eleitoral registrado.

Segundo o TSE (Tribunal Superior Eleitoral), o cadastro eleitoral foi encerrado em 10 de maio e qualquer atualização só poderá ser feita a partir de 5 de novembro.

Em nota enviada à reportagem, Lia Gomes afirma que, ao seu ver, a Justiça Eleitoral não realizou um recadastramento, mas apenas uma revisão eleitoral para que o eleitor possa ter o título de forma biométrica.

“Isto [o cancelamento do título], a meu juízo, não afeta as condições de elegibilidade. Tenho plena convicção que isto não será motivo impeditivo para eu registrar minha candidatura a deputada estadual. A palavra final será da Justiça Eleitoral”, afirma.

Esta será a primeira vez que Lia Gomes disputará as eleições -ela ocuparia o espaço político deixado pelo irmão Ivo Gomes, que era deputado estadual, mas foi eleito para a prefeitura de Sobral em 2016.

Além de Ciro e Ivo, os outros dois irmãos de Lia também estão na política: Cid Gomes, ex-governador do Ceará, disputa uma cadeira no Senado nas eleições deste ano. Já Lúcio Gomes ocupa uma secretaria na gestão do governador Camilo Santana (PT).

Fonte msn