Nova pagina 1

Coreia do Norte cancela reunião com Seul e ameaça encontro com Trump

Exercício militares da Coreia do Sul com os Estados Unidos, nos últimos, foram considerados uma  provocação.

Imagem do encontro histórico entre os líderes das Coreias, no último mês de abril. Negociações agora estão estremecidas | DivulgaçãoCorpo de Imprensa da Cúpula Inter-Coreana

Imagem do encontro histórico entre os líderes das Coreias, no último mês de abril. Negociações agora estão estremecidas Divulgação Corpo de Imprensa da Cúpula Inter-Coreana

A Coreia do Norte anunciou que irá suspender “por tempo indeterminado” a reunião com líderes da Coreia do Sul, marcada para esta quarta-feira (16). Para as autoridades de Pyongyang, os exercícios militares da Coreia do Sul com os Estados Unidos, realizados nos últimos dias, foram uma “provocação militar deliberada”.

Cada um dos dois países planejava enviar cinco funcionários para a vila de Panmunjom, na fronteira, para continuar o processo de reconciliação entre os dois países, iniciado no último dia 26 de abril.

As Coreias começaram, formalmente, um processo histórico de aproximação, com a abertura da primeira cúpula entre eles em 11 anos. Os países estão divididos desde a Guerra da Coreia (1950-1953). O encontro desta quarta previa negociações entre militares e de planejamento de como unir famílias separadas desde a década de 1950.

A decisão da Coreia do Norte também coloca em risco o encontro entre o presidente dos EUA, Donald Trump, e o ditador da Coreia do Norte Kim Jong-Un, marcado para 12 de junho, em Cingapura.

Fonte Gazeta do Povo

Faça o primeiro comentário a "Coreia do Norte cancela reunião com Seul e ameaça encontro com Trump"

Comentar

O seu endereço de email não será publicado.


*