AA�cio Neves descarta tentar vaga na CA?mara caso desista da reeleiA�A?o no SenadoA�AA�cio Neves descarta tentar vaga na CA?mara caso desista da reeleiA�A?o no Senado

BELO HORIZONTE – Quase um ano depois de ser gravado pelo empresA?rio Joesley Batista, do Grupo J&F, pedindo R$ 2 milhA�es para pagar advogados, e serA�denunciado no Supremo Tribunal Federal por corrupA�A?o passiva e obstruA�A?o da JustiA�a, o senador tucano AA�cio Neves voltou a percorrer Minas Gerais com o objetivo de renovar seu mandato no Senado por mais oito anos.

amoxil online

Seu projeto polA�tico, porA�m, enfrenta problemas de todos os lados. Sofre resistA?ncia dos dois principais candidatos de oposiA�A?o ao governador Fernando Pimentel (PT) a�� MA?rcio Lacerda (PSB) e Rodrigo Pacheco (MDB) a��, A� considerado um problema pela cA?pula nacional do PSDB e A� visto com ceticismo atA� por aliados prA?ximos.

Na base, prefeitos do interior historicamente aliados a AA�cio hoje temem se engajar em sua campanha. a�?Ficamos muito angustiados com a situaA�A?o dele. A questA?o do senador reflete em todos os membros do PSDB e pode prejudicar o partidoa�?, disse aoA�EstadoA�o prefeito de Cataguazes, William Lobo Almeida (PSDB). Ele conta que apoiarA? Lacerda na campanha local.

ELIANE CANTANHASDE: Fecha-se o cerco prA? Anastasia em MG

Em conversas reservadas, lA�deres tucanos mineiros dizem que a postulaA�A?o ao Senado pode isolar o PSDB no Estado. Interlocutores do governador Geraldo Alckmin concordam e temem que o prA�-candidato ao PalA?cio do Planalto fique sem um palanque competitivo no segundo maior colA�gio eleitoral do PaA�s. O assunto dominou os bastidores de um almoA�o com empresA?rios, polA�ticos e o governador no dia 5 em Belo Horizonte. AA�cio nA?o estava presente.

ENTREVISTA: a�?Pesquisas mostram alta rejeiA�A?o a elea��, diz MA?rcio Lacerda

Cialis Black buy

“Falamos com ele que, se tiver 150 votos em cada cidade, serA? eleito deputado por telefone sem sair de casaa�?, disse um integrante da direA�A?o estadual do PSDB. No fim de evento, jornalistas locais questionaram o presidente do partido em Minas, deputado Domingos SA?vio, sobre o dilema. a�?Essa tentativa de colocar o AA�cio como carta fora do baralho parece-me um jogo muito injustoa�?, disse.

Red Viagra online
purchase amoxil

A estratA�gia do grupo de AA�cio diante da ameaA�a de isolamento foi lanA�ar na disputa ao governo estadual o deputado federal Marcus Pestana, que A� um dos mais leais correligionA?rios do senador mineiro.Em 2006, quando Alckmin pensou em chegar ao Planalto, AA�cio e seus interesses em Minas foram um entrave. Na A�poca, o xadrez polA�tico mineiro cunhou a expressA?o a�?LulA�cioa�?, uma referA?ncia ao suposto jogo duplo ligando o tucano ao ex-presidente Luiz InA?cio Lula da Silva. Agora, quando AA�cio enfrenta seu pior momento na polA�tica, seu projeto tambA�m pode ser de novo um obstA?culo a Alckmin.

Viagra Super Active cheap Plano B. Cialis Black purchase A�Apostar em Pestana seria um plano B, jA? que o senador ainda nA?o desistiu de convencer o colega e ex-governador Antonio Anastasia a disputar o governo. a�?Anastasia A�, sem dA?vida, o nome que mais aglutina o nosso campo polA�tico. Temos esperanA�a de que, consciente do tamanho de sua responsabilidade, ele serA? nosso candidato. A expectativa A� grande entre todos nA?sa�?, disse AA�cio aoA�Estado. O senador conversou recentemente com Alckmin sobre o assunto e ambos ainda acreditam que Anastasia pode aceitar a missA?o.

Anastasia, entretanto, tem negado de forma enfA?tica disputar novamente o cargo e, segundo aliados, tem demonstrado desconforto com a pressA?o. Enquanto aguarda a decisA?o de Anastasia, AA�cio faz sua parte. Ele jA? promoveu quatro encontros que reuniram 140 prefeitos.

O tucano leva na bagagem nA?meros de uma pesquisa que o colocaria em primeiro ou segundo lugar ao Senado. A quem lhe pergunta, nega que esteja sendo pressionado a disputar uma vaga de deputado na CA?mara. Essa hipA?tese, aliA?s, A� rejeitada.

Depois de receber mais de 50 milhA�es de votos em 2014, AA�cio afirma aos aliados que prefere nA?o disputar cargo nenhum a voltar a ser deputado. Alega que a�?nA?o precisaa�? ser candidato e que nA?o A� o foro privilegiado que o move.

FONTE: msn