Nova pagina 1

Vídeo de professora presa por questionar salário nos EUA viraliza

escola-eua: Violência: professora é repreendida e algemada por questionar pagamento em reunião escolar nos EUA.

O vídeo de uma professora sendo algemada por um policial após ser obrigada a se retirar da reunião do conselho de um escola no estado da Louisiana viralizou e causou uma onda de indignação nos Estados Unidos.

Professora de inglês na escola Rene A. Rost Middle School Deyshia Hargrave questionou uma proposta de aumento de salário do superintendente da escola durante a reunião do conselho realizada na última segunda-feira.

Segundo ela, a proposta era “absurda” tendo em vista que os funcionários e professores do colégio, “verdadeiros responsáveis por bater as metas determinadas”, não receberiam nenhum tipo de bonificação.

A professora ressaltou que o mérito do bom trabalho também cabe aos alunos e, em tom indignado, acrescentou que nos últimos anos, as salas de aula estão cada vez mais cheias, aumentando a carga de dedicação dos professores, sem que isso reflita em mudanças salarias.

O presidente da sessão do conselho escolar disse que o assunto do aumento do superintendente não estava em pauta, ao que foi repreendido pelo demais presentes, que afirmaram que a proposta fazia, sim, parte da agenda.

A certa altura, um policial vai na direção da professora e pede para ela se retirar da sala. Sob protesto, Hargrave deixa a reunião, acompanhada do policial.

Na sequência, é possível ouvir gritos do lado de fora: o policial algemava à força a professora que estava caída no chão. Ela então é retirada da escola, seguida por outros professores e funcionários claramente impressionados com o ocorrido.

A prisão da professora foi gravada por uma pessoa presente na reunião e divulgada pela estação de mídia local KATC-TV, numa versão de 12 minutos postada no YouTube.

O vídeo já teve mais de 1,5 milhão de visualizações e causou uma onda de indignação no país. A partir do minuto 7, o policial aborda a professora, veja:

A Associação de Educadores de Louisiana criticou o ocorrido em um post no Twitter, destacando que “é direito de todo cidadão expressar o que pensa” e que o advogado da entidade está dando todo o apoio à professora.

Faça o primeiro comentário a "Vídeo de professora presa por questionar salário nos EUA viraliza"

Comentar

O seu endereço de email não será publicado.


*