Nova pagina 1

Defensoria Pública aciona Ratinho por crime de homofobia

Ratinho garantiu que se dá muito bem com os homossexuais

Ratinho, ao que tudo indica, terá muita dor de cabeça pela frente. Isso porque a Defensoria Pública de SP entrou com uma representação contra o apresentador do SBT, na última quinta-feira (4), para que a Secretaria da Justiça e da Defesa da Cidadania do Estado abra um processo administrativo contra o artista devido às suas declarações a respeito dos homossexuais, em vídeo compartilhado no Instagram, no dia 3 de janeiro.

Apesar de ter se desculpado e dito que tudo não passou de uma brincadeira que foi mal interpretada, o autor da representação, o defensor público Rodrigo Leal da Silva, afirmou à colunista Mônica Bergamo que a retratação não altera o conteúdo preconceituoso do discurso do comunicador. “O fato de ele ter se retratado não exclui o caráter homofóbico da fala”, destacou.

Para quem não sabe, o artista fez um ‘desabafo’ sobre a programação da TV Globo, na última semana. Nas imagens postadas na web, Ratinho disse, entre outras coisas, que tem “muito veado” nas atrações da concorrente. Duramente criticado, o famoso voltou a usar as redes sociais para lamentar a má repercussão de suas declarações e garantir: “Em nenhum momento quis ofender nenhum gay, até porque eu trabalho com todos eles, todos eles gostam de mim e eu gosto muito deles”.

Faça o primeiro comentário a "Defensoria Pública aciona Ratinho por crime de homofobia"

Comentar

O seu endereço de email não será publicado.


*