Nova pagina 1

TRANSPORTE ESCOLAR DE SALGUEIRO EM ESTADO DE CALAMIDADE – ALUNOS EM RISCO DE PERDER ANO LETIVO

Após postagem em redes sociais, realizadas por estudantes que residem no Sítio Baixio da Cacimbinha, na comunidade do Pau Ferro, Zona Rural de Salgueiro, denunciando que estavam há cerca de um mês sem poderem assistir aulas por falta de transporte escolar, fomos conferir “in loco” a realidade dos fatos.
Entrevistamos os estudantes Cleisson, Adilaneide e Jessica, coma presença de Juliana, que reafirmaram a veracidade do fato.

Em detalhes, afirmaram que o ônibus quebrou no início do mês de outubro, e somente após 15 dias foi substituído por outro, que os serviu por apenas 05 dias. Retornando o ônibus da linha, no primeiro dia de serviço, quebrou novamente, estando até o dia de hoje sem poderem comparecer a escola agrícola de Umãs, local onde estudam.

Em decorrência das faltas, foram informados pela diretora da escola que iriam perder o ano letivo, tendo esta afirmado que não compareciam por que não queriam. O que causa estranheza é que a diretora da escola é esposa do motorista do ônibus que está quebrado há mais de um mês.

Apesar das reclamações, somente na data de ontem 08/11/2017, no final do dia, o motorista responsável informou que hoje voltaria a funcionar normalmente. Porém, o ônibus QUEBROU NOVAMENTE, ainda quando saía da cidade de Salgueiro, não conseguindo sequer chegar ao Sítio.

Hoje,dia 09/11/217, o motorista afirmou que voltaria a fazer a rota na segunda feira, dia 13/11/2017. Não informado se o veículo seria o mesmo, o que provavelmente será.

A situação do transporte escolar de Salgueiro é caótica, para não dizer calamitosa, já que, os estudantes da comunidade do Penedo e região desde o início do ano que denunciam a precariedade do veículo que os transporta, tendo sido inclusive notícia na TV Grande Rio e, alvo de inquérito civil público por parte do Ministério Público.

Estes fatos não são isolados, pois muitas outras comunidades rurais sofrem diariamente da precariedade dos veículos disponibilizados, causando prejuízo irreparável aos menores, inclusive com risco de perda do ano letivo.

Apesar de tantas denúncias, pelo visto, somente no ano que vem poderá haver alguma modificação, já que estamos para terminar o ano letivo e, mesmo com o inquérito civil público existente, a atual gestão não tem demonstrado interesse em resolver a situação.

2 comentários a "TRANSPORTE ESCOLAR DE SALGUEIRO EM ESTADO DE CALAMIDADE – ALUNOS EM RISCO DE PERDER ANO LETIVO"

  1. Kleisson Pierre | 09/11/2017 às 22:31 | Responder

    Ótimo trabalho. Apenas a verdade sendo dita.

  2. Quem mandou o povo querer mudanças,após a mudança chegou. Chama no 15

Comentar

O seu endereço de email não será publicado.


*