Nova pagina 1

MTE recomenda alteração na coleta do lixo em Caruaru

Medida do Ministério Público foi tomada por questões segurança dos trabalhadores.

Uma recomendação do Ministério Público do Trabalho informa que a coleta do lixo em Caruaru, no Agreste de Pernambuco, deve passar por alterações. De acordo com o MPT, o transporte de trabalhadores em estribos, plataformas, para-choques ou assemelhados, dos caminhões compactadores utilizados na coleta de lixo urbano, não poderá mais ser feito.

Além disso, segundo o MPT, o transporte de passageiros na cabine dos caminhões não deve ser superior à capacidade de passageiros do veículo. A medida foi tomada por questões de segurança dos trabalhadores, como explicou o auditor fiscal da justiça do trabalho, Francisco Reginaldo.

“Essa medida foi tomada pelo MTE de Recife, em razão de um acidente fatal que aconteceu na Região Metropolitana com um trabalhador da limpeza, que caiu de um caminhão”, disse.

Ainda de acordo com ele, todas as empresas que fazem a limpeza urbana em Pernambuco estão tendo esses serviços alterados. “Os trabalhadores não podem ser transportados pendurados nos estribos dos caminhões, até que façam as adequações necessárias”, informou.

Por meio de nota, a secretaria de Serviços Públicos de Caruaru, disse que diante desse quadro, a Gerência de Limpeza Municipal, está com dificuldade na coleta de lixo. “Os agentes de limpeza não podem mais ficar nas plataformas dos veículos e o número de agentes foi limitado, de três para dois, além do motorista, devido ao limite de capacidade do veículo”, diz o texto.

A prefeitura de Caruaru disse ainda que a coleta não sofrerá alteração e que o lixo seguirá sendo recolhido normalmente.

1 comentário a "MTE recomenda alteração na coleta do lixo em Caruaru"

  1. a falta de consciência prejudica a população

Comentar

O seu endereço de email não será publicado.


*