Nova pagina 1

PREFEITO NEGA REAJUSTE AOS SERVIDORES DE SALGUEIRO! E AGORA? O QUE ACONTECERÁ EM 19/09/2017?

 Neste dia 12/09/2017, o Prefeito Clebel Cordeiro encaminhou ofício ao Sindicato dos Servidores Públicos de Salgueiro – SISEMSAL, em resposta ao que lhe foi encaminhado pela instituição acerca do reajuste dos salários dos servidores Públicos das categorias dos profissionais da área de saúde, agentes de trânsito, agentes comunitários, agentes de endemias, profissionais de nível superior, técnicos e outros.

Desde o início do ano que os servidores têm passado por uma via crucis de assembleias e reuniões, tudo na vã esperança de conseguirem os reajustes que lhes é de DIREITO, incluindo-se aí paralisações e ameaças de greve.

Em decorrência destas pressões, apenas os professores foram agraciados com o reajuste, porém somente a partir do mês de agosto, sem nenhuma previsão de recebimento do retroativo a janeiro deste ano.

Enquanto isso as demais categorias foram relegadas ao esquecimento, com promessas de análises futuras e posterior decisão, que nesta semana finalmente foi externada.

Relembramos que o maior debate acerca do REAJUSTE (destacamos que não se trata de aumento), é o fato que aos profissionais da área de saúde, o Governo Municipal recebe grande parte dos valores para os pagamento de salários advindos de repasses do Governo Federal.

Estes valores são repassados aos cofres do Governo Municipal, DESDE JANEIRO DE 2017, com os respectivos reajustes. Porém, os servidores até esta data nada receberam e, como dito pelo prefeito, este ano não mais receberão.

A justificativa, como sempre dito, desde o início da gestão Clebel Cordeiro, é que o município estaria acima, ou a ponto de ultrapassar os limites da Lei de Responsabilidade Fiscal. O que significa que SUPOSTAMENTE não podem conceder reajustes salariais.

O interessante é que, cargos comissionados e contratos diretos TAMBÉM FAZEM PARTE DA FOLHA SALARIAL e, apesar dos altos salários derivados destes, mesmo com o risco de ultrapassarem o limite previsto na Lei, basicamente TODOS tiveram aumento substancial com relação aos valores pagos no ano anterior.

Nota-Fica claro que a cartilha adotada pela gestão Municipal é a mesma da gestão Federal (talvez por seus chefes dos executivos federal e municipal serem do mesmo partido – PMDB), ou seja, aos trabalhadores corte de todos os direitos que puderem, porém, aos cargos comissionados, funções gratificadas e contratos, aumento salariais.

Quem paga a conta da atual forma de gerir o dinheiro público municipal são os servidores. Cortar na própria carne? JAMAIS!

Observe-se que não se trata apenas de conceder reajuste aos servidores, mas também, desde janeiro, as férias são concedidas apenas para o gozo, sem o pagamento do terço do salário legalmente devido. Também os professores não mais recebem o devido adicional por difícil acesso – extirpado da folha dos educadores sem qualquer justificativa legal ou moral.

Mais ainda, não estão sendo pagas as horas extras dos vigias do município, além de tantos outros direitos de tantos outros servidores. Isto tudo, DESDE JANEIRO DE 2017.

Questiona-se, o que houve no interregno entre dezembro de 2016 a setembro de 2017?

O município recebe hoje valores muito maiores de FPM que no ano de 2016, o que significa que sua RECEITA AUMENTOU. O que indicaria que, com o aumento da receita, poderia haver o JUSTO aumento da despesa de pessoal. Mas ao contrário, mesmo com o aumento da receita, a atual gestão simplesmente afirma que não tem como conceder o reajuste dos servidores por estar no limite da lei de responsabilidade fiscal.

Apesar de todos os esforços derivados de todos os requerimentos, o governo municipal não apresentou as planilhas de custo ou a folha de pessoal, seja ao sindicato, seja a Câmara de Vereadores, seja aos próprios servidores. Restringindo-se apenas a repetir o bordão: ESTAMOS NO LIMITES DA LEI DE RESPONSABILIDADE FISCAL, NÃO PODEMOS CONCEDER REAJUSTES SALARIAIS.

Diante deste caos, questiona-se: o que ocorrerá na assembleia dos servidores públicos de Salgueiro, marcada para o próximo dia 19 de setembro? Haverá greve?

Lembremos, a atual gestão recebeu a prefeitura com todos os salários, benefícios e adicionais estritamente PAGOS EM DIA e, com dinheiro no caixa. O que aconteceu então com o cofre municipal?

CLAUDIONOR CAVALCANTE.

 

2 comentários a "PREFEITO NEGA REAJUSTE AOS SERVIDORES DE SALGUEIRO! E AGORA? O QUE ACONTECERÁ EM 19/09/2017?"

  1. Funcionários | 14/09/2017 às 21:30 | Responder

    Claudinor vamos entrar com ação no MP?

  2. Severino Alves Júnior | 14/09/2017 às 22:35 | Responder

    E na gestão anterior não tinha cargos comissionados,contratados e de confiança? Me lembro bem o próprio dono desse blog era comissionado da Prefeitura na gestão passada? Homem não falem bobagens.

Comentar

O seu endereço de email não será publicado.


*