Nova pagina 1

Ex-BBB Laércio é condenado a 12 anos por estupro de vulnerável

alx_laercio_2_29jan_original.jpeg: Laércio, do 'BBB16'© VEJA Laércio, do ‘BBB16’

O ex-BBB Laércio de Moura foi condenado a doze anos de prisão por estupro de vulnerávele armazenamento de material (foto ou vídeo) contendo cena de sexo explícito ou pornográfica envolvendo criança ou adolescente pela Vara de Infrações Penais contra Crianças, Adolescentes e Idosos do Foro Central da Comarca da Região Metropolitana de Curitiba. A decisão é do final de agosto e foi divulgada pelo Ministério Público do Paraná nesta terça-feira.

A decisão é em primeira instância, ou seja, cabe recurso. Procurado por VEJA, o advogado de Laércio, Ronaldo Manoel Santiago, afirmou que vai recorrer. De acordo com o advogado, o designer de tatuagem recebeu a notícia da condenação “com muito pesar, afinal foi condenado por uma coisa que não fez”.

Laércio está preso preventivamente desde maio de 2016, após operação do Núcleo de Proteção à Criança e ao Adolescente Vítimas de Crimes (Nucria), ligado à Polícia Civil do Paraná. Ele foi acusado de dois crimes: de ter oferecido bebidas alcoólicas e de ter estuprado uma menor, à época com 13 anos. A vítima confirmou as acusações à polícia e forneceu prints (cópias) de conversas mantidas com Laércio pela internet.

No mês seguinte, em junho do ano passado, o ex-BBB foi denunciado pelo MPPR por estupro de vulnerável, armazenamento de conteúdo de pornografia infantil e tráfico de drogas, sendo condenado pelos dois primeiros crimes e absolvido do último.

As investigações sobre Laércio tiveram início em 2016, a pedido do MPPR, que acolheu denúncias feitas por espectadores do Big Brother Brasil. No programa da Rede Globo, o designer de tatuagem afirmou gostar de se relacionar com garotas mais novas.

Fonte: Veja

Faça o primeiro comentário a "Ex-BBB Laércio é condenado a 12 anos por estupro de vulnerável"

Comentar

O seu endereço de email não será publicado.


*